Erro na Linha: #3 :: Use of undefined constant SEO_TITLE - assumed 'SEO_TITLE'
/home/sindaspi/public_html/site/sindaspisc/header.inc.php
SEO_TITLE

BLOG SINDASPI-SC


08/03/2016 | Eventos

São Miguel do Oeste/SC: Organizações urbanas e camponesas fazem mobilização nesta terça, dia 08

 


Organizações urbanas e camponesas fazem mobilização em São Miguel do Oeste/SC nesta terça, dia 08

 
 
 

Por Claudia Weinman, para Desacato. Info. 

Mobilização será realizada nesta terça-feira, dia 08 de março, em São Miguel do Oeste/SC. Concentração das organizações inicia as 9h da manhã, na praça Walnir Bottaro Daniel.

Em São Miguel do Oeste/SC, a mobilização do 08 de março acontecerá com a presença de diversos movimentos populares do campo e da cidade, Igreja, Pastoral da Juventude do Meio Popular (PJMP), Pastoral da Juventude Rural (PJR) e sindicatos. “Será um momento de chamar a atenção da sociedade mais uma vez, para esta pauta coletiva, em defesa da alimentação saudável, da permanência de homens e mulheres no campo com dignidade, de falar que a violência contra as mulheres persiste e algo urgente precisa ser efetivado”, adianta o companheiro do Movimento dos Pequenos Agricultores (MPA), Tairi Felipe Zambenedetti.

10460494_1795393724019359_4792670275316509144_nGrupo de percussão da PJMP e PJR que deve movimentar a marcha

A representante do Movimento de Mulheres Camponesas (MMC), Joana Sebben, destaca também que o dia 08 é uma data histórica para todas as mulheres e para a sociedade como um todo. “Surge com a luta das mulheres Socialistas que buscavam relações de igualdade, de oportunidade entre homens e mulheres. Enfrentamento contra a exploração que a classe trabalhadora e em especial as mulheres eram submetidas. É uma data onde se rememora a luta por salários justos, redução da jornada de trabalho, pelo fim da violência”.

11044523_1795394677352597_4628197828968511641_nMobilização realizada no ano de 2015 em São Miguel do Oeste/SC

As juventudes da PJMP e PJR, ainda mencionam que entre tantas pautas que serão levadas para as ruas neste 08 de março, estão todas as ameaças e atemorizações que este coletivo tem sofrido nos últimos tempos, como forma de denúncia e repúdio. Também as bandeiras deverão evidenciar a insatisfação com a falta de compromisso na demarcação das terras indígenas. A xenofobia, extermínio das juventudes, violência contra mulher e tantas outras indignações que serão expostas para a comunidade Migueloestina.

988948_1795396737352391_1369515613230168204_nMobilização ressalta o fim da violência contra as mulheres

 

Assim também, o Movimento de Mulheres Camponesas (MMC), Mulheres Trabalhadoras Urbanas (MMTU), bem como diversos movimentos que compõe a Via Campesina e as organizações urbanas, devem levar suas pautas para as ruas neste 08 de março, mostrando todas as suas inquietações, cobrando justiça e também posicionamento dos governos diante da venda do pré-sal, da morosidade com o crime cometido contra Mariana (MG), entre outros pontos.

 

Fonte: Portal Desacato