Erro na Linha: #3 :: Use of undefined constant SEO_TITLE - assumed 'SEO_TITLE'
/home/sindaspi/public_html/site/sindaspisc/header.inc.php
SEO_TITLE

BLOG SINDASPI-SC


03/02/2014 | Movimentos Sindicais

Taxa de desemprego se mantém relativamente estável em 2013

Em 2013, a taxa de desemprego no conjunto de Regiões Metropolitanas acompanhadas pelo Sistema PED - Belo Horizonte, Fortaleza, Porto Alegre, Recife, Salvador e São Paulo - ficou em 10,3%, 0,1 ponto percentual menor que a taxa apurada no ano anterior (10,4%). O total de desempregados é estimado em 2.148 mil, o que representa redução de 3 mil pessoas em 12 meses*.

No acumulado do ano, foram gerados 78 mil postos de trabalho. O número ligeiramente superior ao de pessoas que ingressaram no mercado de trabalho (75 mil), resultou na relativa estabilidade do volume de desempregados (-3 mil). O total de ocupados no conjunto dessas regiões foi estimado em 18.606 mil pessoas e a População Economicamente Ativa, em 20.754 mil.

O Comércio e a Reparação de Veículos Automotores e Motocicletas cresceu 2,5%, em relação a 2012, com a geração de 88 mil postos de trabalho. A Construção abriu 17 mil vagas, expandindo 1,2%. Os Serviços criaram 6 mil postos de trabalho, representando relativa estabilidade no conjunto das regiões. A Indústria de Transformação eliminou 33 mil vagas, retraindo -1,1%, mas apresentou desempenho diferenciado entre as regiões.

Em 2013, no conjunto das regiões pesquisadas, o rendimento médio real dos ocupados aumentou 1,5%, com seu valor correspondendo a R$ 1.611. Já o salário médio teve aumento menor, de 1,0% e seu valor fixou-se em R$ 1.637. Na comparação com o ano anterior, as massas de rendimentos reais cresceram 2,3% para os ocupados e 2,7% para os assalariados.


Dezembro de 2013 

Em dezembro, o total de desempregados no conjunto das seis regiões onde a pesquisa é realizada foi estimado em 1.947 mil pessoas, 34 mil a menos do que no mês anterior. A taxa de desemprego total passou de 9,5%, em novembro, para os atuais 9,3%.

O total de ocupados, nas seis regiões investigadas, foi estimado em 18.906 mil pessoas e a População Economicamente Ativa – PEA, em 20.853 mil.

O nível ocupacional aumentou na Construção, com a criação de 32 mil postos de trabalho (2,2%). A Indústria de Transformação e os Serviços registraram relativa estabilidade, com 4 mil (0,1%) e 7 mil vagas (0,1%), respectivamente. O Comércio e Reparação de Veículos Automotores e Motocicletas eliminou 48 mil postos de trabalho (-1,3%).

O rendimento médio real manteve-se estável entre os ocupados e pouco variou para os assalariados (0,3%). Os valores monetários passaram a equivaler a R$ 1.652 em ambos os casos.

* Corresponde ao total das regiões metropolitanas de Belo Horizonte, Fortaleza, Porto Alegre, Recife, Salvador e São Paulo.

Acesse as informações para a PED Metropolitana e os dados de cada região.

 
Fonte: Dieese