Erro na Linha: #3 :: Use of undefined constant SEO_TITLE - assumed 'SEO_TITLE'
/home/sindaspi/public_html/site/sindaspisc/header.inc.php
SEO_TITLE

BLOG SINDASPI-SC


03/05/2017 | Notícias Base Pública

Sindaspi/SC tem 1'ª rodada de negociação na Santur. Nova reunião será agendada

Na tarde desta quarta-feira, três de maio, ocorreu a 1ª reunião de negociação entre coordenadores do Sindaspi/SC, Arnoldo Ramos Cândido e Sérgio Ricardo de Lima, com o presidente da Santur, Valdir Walendowsky, para tratar da pauta de reivindicações dos trabalhadores que têm data-base em 1º de maio.

Com a pauta aprovada pela categoria em assembleia em 11 de abril, as negociações não tinham se concretizado por motivo de adiamento de reunião por parte da direção da empresa. Walendowsky reclamou do aumento da burocracia imposto pelo governo para as negociações e que havia recebido somente na mesma tarde (do dia três) a 1ª contraproposta do Conselho de Política Financeira, órgão da Secretaria de Estado da Fazenda. O documento renova as cláusulas do Acordo Coletivo de Trabalho 2016/2017 em sua maioria, entretanto garante 100% de reposição do INPC nos salários e no vale-alimentação. A contraproposta também não garante a implantação do Plano de Saúde e a correção do valor do auxílio creche passa a ser o salário mínimo nacional e não o piso regional.

 

Arnoldo, coordenador sindical, chamou atenção para a importância de a Santur garantir o convênio de saúde, pois com base nas recentes negociações dos ACT válidos para os trabalhadores das demais empresas públicas, a Santur seria a única a não implantar o plano de saúde. A Ceasa, por exemplo, está garantindo 4% na folha para possibilitar o atendimento da cláusula, que conta com coparticipação de 4% do trabalhador. Os dirigentes sindicais também reivindicaram que a correção do valor de cálculo do auxílio creche seja com base no piso regional de R$ 1078,00.

 

Walendowsky e Karen, gerente em recursos humanos da empresa Mariana Canto, se comprometeram a tratar das duas cláusulas com o presidente do CPF, Aginolfo Nau Júnior para então marcar uma nova rodada.  Tudo indica que o ACT seja firmado em breve.



Queda no orçamento voltado para o turismo

De acordo com o próprio presidente da Santur, o turismo em SC, contribui para 12,5% da receita catarinense, no entanto diz que de 2014 até agora, o orçamento diminuiu em 48%. Nesse sentido, os coordenadores sindicais convidaram Walendowsky a se empenhar na realização de audiências públicas regionais para debater o fortalecimento da empresa.


Em matéria anterior, relatamos sobre descaso com os servidores e a falta de novos contratados. Desde 2007 a administração do zoológico Cyro Gevaerd encontra-se nas mãos da ONG, o Instituto de Conservação da Fauna e Flora Catarinense e que a alimentação dos mais de cinco  mil animais é mantida por convênio o com frigorífico e empresas da região. Mesmo com investimentos do Estado em sua estrutura, é a ONG que reembolsa os ganhos referentes aos ingressos.  

 

 

Por: Assessoria de comunicação no Sindaspi/SC_ jornalista Silvia Agostini Pereira