Erro na Linha: #3 :: Use of undefined constant SEO_TITLE - assumed 'SEO_TITLE'
/home/sindaspi/public_html/site/sindaspisc/header.inc.php
SEO_TITLE

BLOG SINDASPI-SC


29/04/2016 | Notícias Base Pública

Trabalhadores da Santur decidem por Dissídio Coletivo

 

Trabalhadores da Santur decidiram, em assembleias, em Balneário Camboriú e na Capital, dia 27 de abril, entrar com pedido de Dissídio Coletivo na Justiça do Trabalho visando garantir o reajuste salarial da pauta de reivindicações e a validade das cláusulas sociais por quatro anos.

 

A decisão foi tomada a partir da negativa do Grupo Gestor de Governo (GGG) em conceder qualquer aumento ou mesmo reajuste salarial até 31 de dezembro de 2016. Conforme resolução de nº 2, do GGG, e encaminhada junto a ofício do Conselho Político Financeiro, o motivo por conceder reposição 0% é que o Estado chegou no limite dos gastos com a folha de pessoal imposto a Lei de Responsabilidade Fiscal.

 

A direção da empresa foi convocada para rodada de negociação mediada pelo Ministério do Trabalho e Previdência Social no dia 14 de abril e não compareceu. Justificou sua ausência depois por uma falha no recebimento e repasse do ofício de convocação.
Os trabalhadores acreditam que a direção da empresa não tem interesse em negociar, pois o investimento com o reajuste nos salários custaria à empresa 150 mil reais no ano. Em vez disso, a Santur prefere gastar em média o mesmo valor com cada uma das festas que vem patrocinando junto a prefeituras do interior do estado.

 

Reivindicações

Entre as reivindicações dos trabalhadores estão:

- o reajuste salarial conforme o INPC, a reposição salarial de 10% (devido aos 80% de perdas salariais acumuladas desde o plano real (1995) até fevereiro de 2015; garantia de que nenhum empregado receberá reajuste menor a 200 reais;

- vale alimentação de R$ 36.

-  plano de saúde, já prometido em 2015 pela direção da empresa;

- garantia de emprego por 13 meses;

- que a empresa apresente em 120 dias uma nova proposta de um Plano de Cargos e Salários;

- a prorrogação do PDVI;

 - auxílio para empregado e dependentes  de necessidades especiais;

- assistência social/psicológica; 

- vale cultura de 50 reais;

- que a empresa publique seu quadro de pessoal e convoque concurso público;

- a implantação de um regimento interno da Santur.