Erro na Linha: #3 :: Use of undefined constant SEO_TITLE - assumed 'SEO_TITLE'
/home/sindaspi/public_html/site/sindaspisc/header.inc.php
SEO_TITLE

BLOG SINDASPI-SC


31/07/2015 | Privatizações

Desmantelamento do Estado tem sido marca dos governos de Raimundo Colombo

Qual será o motivo de o Governo de SC alienar terreno da Epagri em favor da JBS?javascript:void(0)

De acordo com edital assinado por Moacir Sopelsa, Secretário de Agricultura e Pesca de SC e presidente do Conselho de Administração da Epagri, em Assembleia Geral Extraordinária nesse dia 30 de julho, os acionistas da empresa deliberaram sobre o “desmembramento e desafetação parcial do imóvel registrado sob as matrículas nº 6.559 e nº 21.646, localizado no município de São Miguel do Oeste, para posterior alienação”.

 

Embora o Edital não especifique em favor de qual empresa o imóvel - que pertence ao Estado e é usado pelo Centro de Treinamento da Epagri de São Miguel do Oeste - será alienado e nem o tipo de alienação a ser consumada, notícias veiculadas nos jornais da região oeste publicizam reuniões sobre os negócios feitos entre o Governo do Estado e os empresários da JBS Food, em março do ano passado. Matéria intitulada “JBS compra frigorífico de São Miguel do Oeste”, publicada dia 26 de março de 2014 no site Redecomsc, assim como a matéria “JBS investirá R$160 milhões no Extremo Oeste” de 3 de junho daquele ano, publicada no Diário do Iguaçú, demonstram isso.


A possibilidade da alienação ganhou a posição contrária tanto do Sindaspi, dos trabalhadores  da Epagri como do Secretário de Desenvolvimento Regional e do Gerente Regional da Epagri de São Miguel do Oeste. Em carta enviada à Secretaria de Agricultura, às empresas e outros interessados, eles solicitam “a intervenção do Secretário de Estado da Agricultura Sr. Moacir Sopelsa e do Presidente da Epagri Luiz Hessmann, a fim de garantir que o interesse público se sobressaia ao interesse especulativo privado”, além de mais investimentos no Centro de Treinamento da Epagri local.  No documento, os dois pontuam a necessidade de investimentos de 276 mil reais em melhorias na unidade para servir como referência na capacitação de profissionalização dos agricultores da região e do país em processamento de cana de açúcar, apicultura, ovinocultura, bovinocultura de leite, piscicultura, fruticultura, horticultura e preservação ambiental.


Logo que soube das notícias, o Sindaspi-SC vem buscando informações a respeito do fato, pois esse é mais um passo do governador Raimundo Colombo em benefício do capital privado  em detrimento do bem público. Aliás a terceirização e a isenção de impostos a empresários têm sido as grandes marcas dos seus dois governos. Não por acaso, conforme dados do TSE sua campanha à reeleição para o governo do Estado tenha recebido R$10 milhões de empresas como a JBS, BRF, Seara, Acellon Mittal e R$ 2,8 milhões apenas da JBS.


No mais, seguimos firme e em luta na defesa das empresas públicas que, nos seus 50 anos com ampla dedicação de seus trabalhadores, cumpre sua missão proporcionando conhecimento, tecnologia e extensão para o desenvolvimento sustentável do meio rural, em benefício da sociedade.