Erro na Linha: #3 :: Use of undefined constant SEO_TITLE - assumed 'SEO_TITLE'
/home/sindaspi/public_html/site/sindaspisc/header.inc.php
SEO_TITLE

BLOG SINDASPI-SC


06/04/2016 | Agrotóxicos / Transgenia

Conferência dia 7 vai debater impactos dos agrotóxicos e transgênicos

Evento acontece na Sede do MP-SC em Florianópolis

 

Dia sete de abril, quinta-feira, às nove horas, na sede do Ministério Público de Santa Catarina (MP-SC) em Florianópolis, acontece conferência sobre os efeitos potenciais na saúde humana de plantas transgênicas e de seus agrotóxicos associados.

 

O evento é organizado pelos  Fórum Catarinense de Combate aos Impactos dos Agrotóxicos e Transgênicos (FCCIAT) e  Centro de Estudos e Aperfeiçoamento Funcional do MP-SC e trará na mesa os pesquisadores Rubens Onofre Nodari, (UFSC), e Robin Mesnage (Departamento de Genética Médica e Molecular do King’s College), representantes da Anvisa, Inca, Cidasc, Cepagro, ABA - Associação Brasileira de Agroecologia, cooperativas e organizações de agricultores, do MPF,  do MPT e do Fórum.


De acordo com matéria publicada no site desacato.info, atualmente é pouco provável que a alimentação consumida no planeta esteja livre de ingredientes de origem transgênica. No mesmo caminho, o Brasil liberou há mais de década diferentes variedades de milho e soja transgênica.  De acordo com o Programa de Análise de Resíduos de Agrotóxicos (PARA), da Anvisa, amostras com resíduos de agrotóxicos revelaram quantidades acima do limite máximo permitido e com a presença de substâncias químicas não autorizadas. Além disso, os estudos constataram a existência de agrotóxicos em processo de banimento pela Anvisa ou que nunca tiveram registro no Brasil.

 

O Fórum  Catarinense de Combate aos Impactos dos Agrotóxicos e Transgênicos foi criado em janeiro de 2015 com objetivo de se tornar um espaço permanente, aberto e plural para o debate sobre os impactos negativos dos agrotóxicos e transgênicos na saúde do trabalhador, do consumidor, da população e do ambiente .
Para saber mais acesse: http://fcciat.blogspot.com.br/

 

A Sede do MP-SC, em Florianópolis, fica no edifício Campos Salles (Rua Pedro Ivo, 231).

A conferência terá tradução simultânea e podem participar 150 pessoas, mas as inscrições estão encerradas.
Fonte: 
 www.desacato.info