Erro na Linha: #3 :: Use of undefined constant SEO_TITLE - assumed 'SEO_TITLE'
/home/sindaspi/public_html/site/sindaspisc/header.inc.php
SEO_TITLE

BLOG SINDASPI-SC


22/02/2019 | Campanha salarial da base pública

Campanha Salarial 2018/19: Assembleia na Ceasa é suspensa

Trabalhadores aguardam nova contraproposta do governo 
 

Coordenadores do Sindaspi/SC, Daniel Nunes das Neves e Gilmar Luiz Espanhol,  realizaram nesse 21 de fevereiro, quinta-feira, assembleia com trabalhadores na Ceasa/SC para deliberar sobre o Acordo Coletivo de Trabalho 2018/2019 não assinado até o momento. Após muito debate sobre a contraproposta de ACT enviada pelo Conselho Político Financeiro do Governo do Estado, os trabalhadores na Ceasa decidiram suspender a assembleia até a primeira quinzena de março. Eles não aceitam a falta de isonomia disposta no documento em comparação aos direitos dos empregados nas outras duas empresas vinculadas à Secretaria de Estado de Agricultura e da Pesca - Cidasc e Epagri -, principalmente no que se refere à garantia de emprego. Assim, aguardam outra contraproposta antes da audiência sobre o Dissídio Coletivo no Tribunal Regional do Trabalho de SC, marcada para 21 de março. Diferente da inclusão do plano de saúde e do PCS, também negadas a eles até o momento, a garantia de emprego não demanda qualquer acréscimo financeiro na folha salarial. Dilamar da Costa, concursado na Ceasa há 12 anos, diz que “na conjuntura política atual não podemos aceitar uma proposta que ponha em risco os nossos empregos”.

Os discursos e promessas do atual governador sobre austeridade e cortes no serviço público são muitos e por isso é preciso pensar desde já nas estratégias e ações de campanha salarial deste ano, já o reajuste no salário oferecido virá somente a partir de junho, enquanto a data-base da categoria é maio. 

Na última audiência sobre o Dissídio Coletivo no TRT/SC, os representantes jurídicos da empresa comprometeram-se a buscar em 15 dias contando a partir do dia 14, junto ao CPF, uma solução sobre pontos chaves da pauta de reivindicações dos trabalhadores, como o plano de saúde e a garantia de emprego.

Texto e foto: Silvia Agostini Pereira - jornalista (MTB/SC - 3890)