Erro na Linha: #3 :: Use of undefined constant SEO_TITLE - assumed 'SEO_TITLE'
/home/sindaspi/public_html/site/sindaspisc/header.inc.php
SEO_TITLE

BLOG SINDASPI-SC


30/09/2020 | Campanha salarial da base pública

SindaspiSC Continua Firme na Luta por Reajuste na Campanha Salarial 2020/2021

No fim da tarde do dia 29/09/20, a coordenação do SINDASPI foi pega de surpresa com a informação da aprovação da contraproposta do governo para o ACT 2020/2021. Justamente num momento delicado de mudanças no plano de saúde dos trabalhadores, em que esses num curto espaço de tempo não terão como manter essa despesa e os que permanecerem terão que escolher entre os dependentes qual deles ficará como beneficiário.

Causa muita estranheza essa aprovação bem no meio das negociações do ACT do SINDASPI em que colocamos como proposta a portabilidade da participação da patrocinadora no plano de saúde, numa busca de tentar aliviar trabalhadores que tem os menores salários e que em sua maioria são representados pelo SINDASPI.

Afinal, quais os interesses por trás dessa aprovação? Os outros sindicatos tinham plena consciência da negociação da proposta dessa cláusula. Por que aprovar de forma tão urgente um ACT que tão somente consta a renovação das cláusulas sociais? Sem contar que estamos sob a vigência de uma prorrogação do ACT anterior, com a manutenção dos direitos constantes no instrumento. Cada um que se faça essas perguntas e tire suas próprias conclusões.

Ano passado o SINDASPI foi duramente criticado - mesmo entre seus representados - pela postura de não assinar de imediato o ACT 2019/2020, por entender que haveria ainda possibilidade de tentar negociar um aumento da participação da patrocinadora em 0,5% (meio ponto percentual), uma vez que a proposta do governo era de reajuste parcelado e que o pagamento se iniciaria em janeiro desse ano. Os outros sindicatos assinaram tão logo a proposta lhes havia sido encaminhada, deixando para negociar o aumento do percentual esse ano. 

Sempre dentro das empresas se ouve falar que os trabalhadores são uma família. Que família é essa que os financeiramente mais estáveis tomam uma atitude que prejudica seus “entes” mais humildes? 

Há o reconhecimento da autonomia das entidades, mas diante do quadro posto acima, a atitude suscita muitas dúvidas quanto ao seu real propósito.

O SINDASPI permanece na luta para defender os interesses dos trabalhadores no que tem de mais essencial e não seria diferente nesse momento que vê ameaça de perda do plano de saúde por não terem condições de manterem o custeio do seu e de seus familiares.

SINDICATO É CADA UM DE NÓS!