Erro na Linha: #3 :: Use of undefined constant SEO_TITLE - assumed 'SEO_TITLE'
/home/sindaspi/public_html/site/sindaspisc/header.inc.php
SEO_TITLE

BLOG SINDASPI-SC


22/09/2015 | Geral

Serviços na sede do MTE-SC não têm previsão para serem retomados

Os serviços prestados no prédio da Superintendência Regional do Ministério do Trabalho e Emprego (MTE) de Santa Catarina, em Florianópolis, foram suspensos após a interdição do local pelos próprios auditores-ficais do trabalho na sexta-feira (18). De acordo com a Superintendência, até a manhã desta segunda-feira (21) não havia previsão para o local voltar a funcionar. 

Os principais setores afetados são o de emissão de carteira de trabalho e de pedido de seguro desemprego, conforme a assessoria de imprensa da Superintendência. Os serviços administrativos e área de fiscalização, que também funcionam no prédio, na rua Victor Meirelles, também estão suspensos. 

No local foram constatados problemas com as instalações elétricas. Os fios ficam expostos e apresentam riscos aos funcionários, conforme o termo de interdição. Além disso, há problemas na saída de água do ar-condicionado, por exemplo, que fica dentro de um galão de água. De acordo com a Auditoria Fiscal do Trabalho, a reforma no prédio também não está sendo feita de maneira segura aos operários.

Orientação
Conforme a assessoria, quem deseja emitir a carteira de trabalho com mais urgência pode procurar a Agência Regional em São José, na rua Ademar da Silva, 385, no bairro Kobrasol. Em Florianópolis, é possível dar entrada no documento também no Pró-Cidadão. Já o seguro desemprego pode ser solicitado nas agências dos postos do Sistema Nacional de Emprego (Sine).

Com a interdição, a Superintendência aguarda laudos técnicos das duas empresas responsáveis pelas obras no local para providenciar as melhorias necessárias apontadas pelos auditores-fiscais. A Superintendência analisa a possibilidade de abrir um posto provisório, caso seja constatado que a sede demore a volta a funcionar.

Obras
"O prédio está passando por reforma e vários andares acabam sendo ocupados. Os auditores fiscais sentiram que não teria condições de continuar a manter as reformas junto com os serviços", afirmou o superintendente do Ministério de Trabalho em Santa Catarina, Douglas Fernando de Mello, na sexta, quando o local foi interditado.

Os auditores fiscais do trabalho realizaram uma inspeção no prédio após um incidente nesta semana. Um trabalhador estava lavando a parte externa do prédio e molhou um transformador. "Teve um curto circuito, mas não foi um acidente", diz Mello.

Segundo ele, as empresas responsáveis pelas obras estão fazendo laudos para tentar desinterditar o local o quanto antes. De acordo com Mello, não há como estabelecer uma data para o local voltar a funcionar.

  •  

Há improvisações na sede em SC (Foto: RBS TV/Divulgação)Há improvisações na sede em SC (Foto: RBS TV/Divulgação)

 

 

FONTE: RBS TV-SC (21/09/2015)