Erro na Linha: #3 :: Use of undefined constant SEO_TITLE - assumed 'SEO_TITLE'
/home/sindaspi/public_html/site/sindaspisc/header.inc.php
SEO_TITLE

BLOG SINDASPI-SC


12/09/2016 | Mídia / Imprensa / Comunicação

Correio Lageano publica nota do Sindaspi sobre extinção do Dissídio da Epagri

Na edição do dia sete de setembro, na página 12, o jornal Correio Lageano publicou uma nota a respeito da extinção do Dissídio Coletivo da Epagri, porém não mencionou que se tratava exclusivamente do Dissídio ajuizado pelo Sindicato dos Médicos Veterinários de SC, que foi a julgamento no último dia cinco. Para esclarecer os leitores sobre o fato, a Assessoria de Comunicação e Imprensa do Sindaspi-SC entrou em contato com a editoria do jornal que publicou em edição do dia nove, um texto com mais informações sobre o assunto.

A mesma nota foi enviada ao colunista Rafael Martini, do Diário Catarinense, com quem não conseguiu contato direto. 

Leia abaixo a nota enviada:


 

"Nota de esclarecimento sobre Dissídio Coletivo de trabalhadores na Epagri
O Sindaspi (Sindicato dos Trabalhadores em Empresas de Assessoramento, Perícia, Pesquisa e Informações de SC), que representa trabalhadores nas empresas públicas estaduais Cidasc, Epagri, Ceasa, Codesc e Santur vem esclarecer sobre a nota divulgada na página 12 da edição do Correio Lageano desse sete de setembro. A nota pulicada refere-se à extinção pelo Tribunal Regional do Trabalho do Dissídio Coletivo dos trabalhadores na Epagri, por falta do comum acordo. É importante ressaltar, no entanto, que tal Dissídio extinto na segunda-feira (5) foi o ajuizado pelo Sindicato dos Médicos Veterinários de Santa Catarina.

Ao todo são 13 os sindicatos que representam os trabalhadores na empresa.

 

Dissídio do Sindaspi será julgado dia 24 de outubro

Diante do zero por cento de reposição salarial oferecido pela empresa, com aval do Conselho Político Financeiro do Estado de SC, diversos sindicatos já ajuizaram Dissídio Coletivo no Tribunal Regional do Trabalho da 12ª região, visto que a data-base é 1º de maio. O Dissídio ajuizado pelo Sindaspi teve audiência de conciliação no TRT –SC no dia 30 de agosto, último, e tem julgamento marcado para o dia 24 de outubro.

Antes dessa data (24 de outubro), porém, a Coordenação do Sindaspi-SC espera continuar as negociações diretamente com a diretoria da Epagri, como também das outras quatro empresas públicas com as quais negocia, assim como com o governo do estado, por acreditar que essa é a melhor opção para os trabalhadores que já possuem perdas salariais acima de 113% desde a implantação do Plano Real e também para as empregadoras.

Segundo o balanço social da Epagri, divulgado dia 30 de agosto, a cada um real investido pelo produtor catarinense na agricultura retornam R$ 3, 59 para a economia catarinense. Em 2015, esse retorno foi de R$1, 2 bilhão (ver http://sc.gov.br/mais-sobre-agricultura-e-pesca/22329-balanco-social-da-epagri-de-2015-apresentou-resultados-positivos). A proposta de zero por cento é considerada um desrespeito pelas categorias e no mesmo dia 30, a assembleia realizada pelo Sindaspi com seus representados na Epagri e Cidasc deliberaram por greve (ainda sem data de início) e mobilizações".  "