Erro na Linha: #3 :: Use of undefined constant SEO_TITLE - assumed 'SEO_TITLE'
/home/sindaspi/public_html/site/sindaspisc/header.inc.php
SEO_TITLE

BLOG SINDASPI-SC


14/06/2016 | Notícias Base Privada

Trabalhadores do Sebrae-SC aprovam contraproposta e obtém conquistas

Em assembleia nesta segunda-feira, 13 de junho, convocada pelo Sindaspi-SC e Saesc, trabalhadores do Sebrae-SC aceitaram contraproposta  da empresa de 5% de reposição salarial e 9,83% nos vales-refeição e alimentação e salário normativo. Essa contraproposta foi apresentada pela empresa na segunda reunião de negociação realizada uma hora antes da assembleia.  Nas cláusulas econômicas, além da reposição, a Convenção vai garantir nova rodada de negociação -  em outubro  e caso haja necessidade em fevereiro – para avaliar a possibilidade de repor os 4,83% restantes da inflação nos salários, sem garantia retroatividade. Nas cláusulas sociais, foram conquistados três dias consecutivos “de licença” para quem for transferido de cidade por motivo do emprego; o direito de flexibilização do horário de chegada e saída, antes válido somente para a sede em Florianópolis, será estendido às regionais; cinco dias de licença-gala e licença nojo (devido à morte de familiares como cônjuge, filhos, pais). Outras conquistas importantes foi o direito de redução de duas horas na jornada das mães trabalhadoras no período de seis meses após a licença maternidade e da ampliação de cinco para 20 dias de licença-paternidade, conforme a lei que cria a Política Nacional Integrada para a Primeira Infância deste ano, já que a empresa aderiu ao programa empresa cidadã.  

A partir da primeira negociação, onde os patrões ofereceram 0% de reposição nos salários enquanto os trabalhadores reivindicavam aumento real de 2%, a segunda proposta foi positiva pelo índice de 9,83% ser transferido para os vales refeição e alimentação.  Os coordenadores do Sindaspi-SC, Sérgio Ricardo de Lima, Márcio Paulo Ribeiro,  e do Saesc, Mário Cézar Silva, presentes na assembleia e negociação, acreditam que é possível avançar nos índices, nas próximas rodadas em outubro ou fevereiro, já que os representantes patronais se mostraram abertos a isso.

O Acordo segue para assinatura e homologação no Ministério do Trabalho e Previdência Social. 

 

 

 

 

 

 

 

 

Texto e foto: Assessoria de Comunicação do Sindaspi-SC (jornalista Silvia Agstini Pereira)